11 dezembro 2007

UM LIVRO


Quem quer ser feliz? Todo mundo quer ser feliz. Pois bem a este propósito, chega ao exame de nossos olhos este belo livro de Jerri Roberto Almeida. Trata-se de livro espírita, editado justamente pela Editora da Federação Espírita do RGS e que traz o mesmo autor de FILOSOFIA DA CONVIVÊNCIA, desta vez em um livro chamado O DESAFIO DA FELICIDADE (num mundo em transformação).
Com uma linguagem fácil, ágil, acessível, o autor nos leva a considerações acerca deste tema tão instigante. Coloca a felicidade como um desafio pessoal a cada um. E cita uma idéia a partir da qual a felicidade englobaria três princípios fundamentais: a) a posse do necessário; b) a consciência tranqüila; c) a fé no futuro. Interessante ler e esmiuçar tal concepção, posto que é um exercício a que qualquer um de nós pode se submeter. Buscar as coisas necessárias na vida material, sem abusar e se perder em buscas desnecessárias. Ter a consciência tranqüila, ou seja, trilhar um caminho em nosso dia-a-dia que seja eivado de uma boa conduta, uma camaradagem, um bem viver com os outros. E por fim a fé no futuro. Puxa, num mundo onde há tanta descrença, tanta “depressão”, onde poucos acreditam em Deus, é impressionante o estudo de futuro e da fé nele.
Num certo trecho do texto o autor diz que “ser feliz é uma conquista pessoal, não obstante os desafios do mundo”. De fato, não tem fluoxetina, não tem psicólogo, não tem amigo que consiga levantar alguém à felicidade, se a própria pessoa não quiser. E ele continua adiante dizendo que “a felicidade não caracteriza necessariamente a ausência de sofrimento, mas a forma como vemos e nos relacionamos com a vida em seus múltiplos processos”. Não pude deixar de lembrar os conceitos da Inteligência Emocional onde já se debatia exatamente isso. Ser feliz a partir dos elementos que se possui, sem se perder em lamentações e derrotas.
Mais adiante no texto o autor diz que “a felicidade não depende do prazer, muito embora a psicologia considere que o prazer bem estruturado, saudável, é um direito do ser humano e, sob esse aspecto, poderá, sim , se somar à felicidade”. Muito interessante. Muito interessante.
Já quase no fim do livro, Jerri vem nos dizer que “o grande desafio da felicidade é o desafio do caminho interior, o restante são fatores mesológicos que interferem, mas não determinam, verdadeiramente, aquilo que somos”.
Para arrematar, ele traz no capítulo 10, um item chamado O AMOR E SEUS SIGNIFICADOS (pág 126). É uma pequena aula sobre AMAR, onde o autor desdobra e explicita conceitos e explicações variadas para o amor. Navegando pelos oceanos da Filosofia, ele nos conta que os gregos tinham várias palavras para se referirem ao amor, seriam com que “tipos de amor”. Para o amor do desejo, da atração sexual, eles usavam EROS (daí o termo erótico). Para o amor da afeição familiar, amor pai-filhos, mãe-filhos, eles usavam a palavra STORGÉ. O amor que no casal começara com Eros, agora se ampliava e incorporava o Storgé para assumir os papéis familiares. A seguir eles usavam o termo PHILOS (donde filosofia é o amor à sabedoria) para o amor da amizade, das relações cotidianas, um amor que se dá só a quem lhe dá em troca. Eu ajudo, diz a pessoa, mas tem que ser do meu jeito. Ele impõe condições. Por fim eles usavam a palavra ÁGAPE aludindo ao amor evangélico, uma comunhão fraternal. O amor ágape é o amor da caridade, da docilidade para com o outro.
Por tudo isso e muito mais o livro é imperdível, delicioso, interessante, atual. Fica esta sugestão justamente agora, época de Natal, onde todos parecem querer reforçar suas chances de serem felizes e onde um livro é um baita dum presente. Se não encontrar na sua livraria predileta, acesse a Livraria Virtual da FERGS em http://livraria.fergs.org.br/ e faça o seu pedido. O livro custa a bagatela de 20,00 reais! Contatos com o autor? Mande-me um e-mail que faço chegar até ele.
Silvano – a serviço do Papai Noel, mas antes de mais nada, a serviço da leitura

O DESAFIO DA FELICIDADE
156 páginas
Editora da FERGS
2007
R$ 20,00
http://livraria.fergs.org.br/produtos/produto.php?cd_produto=020901

1 comentários:

°º Manachicaº° disse...

Oxalá!namastÊ, meu sinhô

eu estava na procura do "cantico negro", achei seu blog pelo sempre util (cadê.com.br) e comentei lá..mas voltando aqui eu vi aquela postagem é velha...é só pra vc dar uma lida no meu comentario.

Passei o olho aqui...seu blog é como o meu...a voz da liberdade.
Quem sabe um dia com nossas palavras possamos mudar algo.

POesia é tudo!

beijo grande